Compartilhe!

Os Sete Atributos de Influência de Um Homem

Imagem ilustrativa.

OS SETE ATRIBUTOS
Por Paul Cole*

Viajando pelo mundo há mais de quarenta anos no ministério de negócios, e trabalho de compaixão (trabalho social), tive a oportunidade de conhecer milhares de líderes. Alguns me chamaram a atenção por sua capacidade de influenciar os outros, não com base na posição, poder, dinheiro ou talento. “Um homem influente” influencia outros simplesmente pela grandeza de sua vida. Abaixo, estão relacionadas algumas das minhas observações, não uma lista exaustiva de traços de caráter, mas os principais ingredientes que compõem aquilo que ele exterioriza.

1. Reputação – O caráter piedoso de um homem é revelado quando sua vida é provada.

Os homens e as nações, não são grandes em virtude da suas riquezas, mas pela riqueza de suas virtudes. O caráter é sempre o problema na família, no casamento, na profissão, no sucesso ou fracasso de um homem. O caráter é a qualidade de fidelidade mais facilmente visto em um homem no que ele faz quando está sozinho. Ou, o que ele faz quando sabe que as consequências humanas são insignificantes e as opções legalmente admissíveis, ainda que possam ser imoral, antiético, particularmente injustos, mas ele tem a escolha de fazer aquilo. Essa escolha é a diferença entre homens que se levantam para a grandeza, ou homens que apenas vivem uma vida.

2. Ética – Ele mantém a sua palavra.

Esta pode ser a coisa mais difícil de fazer no mundo dos negócios e relacionamentos. As circunstâncias nos desviam, outras prioridades invadem nosso pensamento, ouvimos relatos negativos. Confiamos em Deus porque Ele sempre manteve sua Palavra. O nome dele é bom, porque a Sua Palavra é boa. Como a Palavra de Deus é para Ele, a nossa palavra deve ser para nós.

3. Moralidade – Há uma imensa força interior no centro do seu coração.

Na maioria das vezes, podemos ver isso na maneira que um homem usa o seu dinheiro. O centro de influência controla sua carteira. A Palavra diz que o coração de um homem segue o seu dinheiro, onde está o seu dinheiro, está o seu coração. O foco de seus recursos é o resultado de seu fundamento moral. Em contraste com o espírito de miopia egoísta dos homens imorais, o espírito moral reduz o stress, produz o foco, mantém as coordenadas e olha para fora.

4. Um coração calmo e controlado pelo Espírito Santo produz sabedoria.

Paz é produzida por padrões de pensamento que são estabelecidos pela oração. Intimidade com Deus produz paz no homem interior. Então, o pensamento torna-se pai para a escritura. As ações de um homem vêem do seu coração. Um homem de paz produz soluções com base na verdade. Solução de problemas para si ou para outros produz influência. Deus tem influência sobre nós, porque Ele resolveu o problema do pecado. Paz não é ausência de pânico, pois a sabedoria tem sempre um lugar para pousar. Sabedoria não virá de conflitos. A sabedoria tem espaço para tomar impulso quando a paz está governando o coração de um homem.

5. Hábitos/Disciplina.

A “vontade de vencer” não é o que ganha o jogo. O jogo foi vencido muito antes de ser jogado. É a vontade de se preparar para vencer que ganha o jogo. A disposição para a vida disciplinada é a chave para uma vida bem sucedida. O grande boxeador Muhammad Ali disse: “A luta é ganha ou perdida longe de testemunhas, por trás das linhas, na academia e lá fora, na estrada, muito antes de eu dançar sob as luzes.”

6. Ele assume a responsabilidade.

Maturidade não vem com a idade, mas com a aceitação da responsabilidade. No governo, o que não podemos controlar, descriminalizamos. Na igreja, o que não podemos controlar, racionalizamos e psicologizamos; isso é imaturidade! O homem influente não precisa receber reconhecimento em público. Ele age com justiça, porque é o que ele acredita. Ele é um homem coerente. Um homem comprometido com a Palavra de Deus é consistente, firme e forte. Este é um homem que todos sabem onde ele está. Ele não muda com o sopro do vento. Ele mantém constantemente, o mesmo coração, mente, espírito e ações. Se você fizer um acordo com ele, ele o cumpre. Seus filhos confiam nele, e ele sempre honra sua esposa. Seus amigos vão até ele por um conselho sábio. Por quê? Seu coração é sólido. Este é um produto de uma mente centrada na Palavra de Deus.

7. Ele é um amigo.

Jesus era conhecido como um “amigo dos pecadores.” Existe uma grande diferença entre ser amigo e ser apenas simpático. Ser simpático significa que não aceita qualquer responsabilidade pelo bem-estar da outra pessoa. Ser amigo significa que aceita as obrigações e contexto de ser alguém que seus amigos possam depender. Um amigo é absorvedor dos traumas da vida. O poder da vida de Abraão, o pai da fé, é que ele era conhecido como um amigo de Deus. Os homens que vão assumir a responsabilidade de ser um amigo, de estar lá para ajudar, de estar preocupado com o bem-estar do outro, serão os homens de influência. Ser amigo é a característica principal de um homem que serve. O princípio é que, você está qualificado para conduzir outros, na mesma proporção em que você está disposto a servir. Servir é o fundamento da influência.

 

 

 

 

*O autor é presidente internacional do ministério de homens Christian Men’s Network (CMN).

CONHEÇA NOSSOS CURSOS