Compartilhe!

NO CORAÇÃO DA ÁFRICA por Sérgio e Shirley Custódio

O casal parceiro da UDF, Sérgio e Shirley Custódio aceitaram a missão de ir até a Angola (África do Sul) implantar os cursos e seminários da Universidade da Família (Veredas Antigas, Hombridade, Crown e Aliança). Abaixo segue o Roteiro de Viagem desta grande missão!

 

 

Roteiro de Viagem por Ségio Custódio

“A viagem de ida foi muito tranquila. Estávamos com 98 kg de bagagem em Curitiba e não pagamos excesso pois a moça disse que a Gol é parceira da SAA e que por isto nós não pagamos excesso
viajamos de CWB a SPO junto com meu irmão o Paulo que estava indo para a Alemanha visitar ‘Campos de concentração’ – ‘era o sonho dele’;
atrasou 45 min o embarque para Soth Africa em GRU. Mas chegamos só 10 minutos atrazados do previsto.
O vôo foi a 11.700 metros de alt.
Quando iniciou o dia estava terminando o Atlântico, ainda ví águas, mas, o principal é que ví o alverecer sobre a África do Sul, que é indescritível, a atmosfera sem poluição ou nuvem as cores da bandeir da áfrica do sul estão bem definidas que é amarelo, laranja e vermelho. mas, não há ser humano que consiga pintar e reproduzir a intensidade das cores que ví na alvorada. Logo em seguida ví as primeiras praias da África e em seguida as terras ´- estávamos a 2 horas da aterrisagem em Johanesburgo; chegamos bem – e correndo tudo para se apresentar à imigração e entrar no vôo para Luanda – conhecemos um grupo de mulheresde Angola que fazem compras no Brasil e vendem em Angola. (sacoleiras) foi um barato a alegria delas. cada sorriso de orelha a orelha. Mas, numa certa hora apagaram-se todas luzes do avião porque tinha gente querendo dormir.
Dormimos apenas 2 horas pois o vôo era curto apenas 8:35 H – e foi mais curto (8H 05 min) porque o avião subiu mais (gastou mais combustível) para antecipar e ompensar o atraso de saida de GRU; Grudamos no grupo de mulheres e conhecemos Jurema – a líder do grupo que nos encaminhou e nos ajudou a em todos os passos. No embarque prenderam minha mala de mão porque passava 1 kg – e ela foi despachada no bagageiro (porão de carga) do avião. Lá estavam meu HD e minha máq fotográfica (só lembrei depois); Mas, nada aconteceu – estava intacta em Luanda. As meninas pegaram minha mala (a que foi retida em Johanesburgo) no aeroporto de Luanda e estavam nos procurando e nós esperando a mala na esteira mas, sem stress, porque logo nos encontramos, nos despedimos e agradecemos;
O Mandela que nos aguardava estava no aeroporto com mais um brasileiro para traduzir; Porque no vôo era tudo em inglês e quando embarcamos em Johanesburgo para Luanda era inglês e Português. Daí nos deu um ‘trevo’ na cabeça – porque o sotaquedo ingles sul africano é muito estranho; Os africanos falam com sotaque tremido tipo srouuuth affrriccaLLLuandada. Daí embarcamos em Johanesburgo para Luanda os textos eram em portugues de Portugal – tttambbbbbem tttodddo ttrttremido. Pensei que era efeito da noite mal dormida. Mas, descobrí que é portugues bem diferente. Pensei que não havia aprendido o ingles deles e desaprendido o portugues.

 

 

Mas, daí fomos a casa deste amigo ‘o Itamar e a Fabiana’ – brasileiros, nordestinos – e almoçamos lá e resistimos até à noite e fomos dormir às 11:00 da noite e dormimos 12 horas direto – pouco? – mas, um sono só. Estamos muito bem. É uma cidade tomada por favelas e tudo sendo reconstruido. Durante a guerra recente (o país ainda é considerado pela ONU como Zona de Guerra-porque existe resistência no interior) o povo saia dos vilarejos e províncias e até hoje está vindo à capital, pois ainda há perseguição e abusos de guerra. A capital onde estamos é Luanda – tem 5.000.000 de habitantes espalhados em favelas e o governo está urbanizando, construindo prédios de aptos com 3 e 4 andares, sem elevadores, para acomodar tanta gente – tipo BNH – onde estamos é melhor um pouco – o aluguel de um apto. é de U$ 4.000 por mes e é só de 90 m2 ( aqui é o luxo);  e custa para comprar em torno de U$D 400.000,00; Este apto é do casal que pagou m/m 180 mil U$D – mas receberam proposta. Aqui tudo que se compra e come é importado da Europa, China, Brasil.
Mas comida é de Portugal, França, Holanda, Africa do Sul, etc.

 

Tudo é muito bom para comer. Manteiga da Holanda, queijos franceses, vinhos sul-africanos e portugueses, sucos da espanha; é um Duty Free a céu aberto. As quitandas (mercearias estão abarrotadas de comida do mundo inteiro); Automóveis de tudo quanto é marca que você imagina. Automóveis semi-novos abandonados nas ruas é muito comum. Porque se falta uma peça o carro é abandonado e compra-se outro. Não tem carro popular – só camionetão – Carro comum é o HondaCivic ou City. É que dinheiro tem muito circulando. Petróleo e Diamantes são abundantes aqui. A Odebrecht brasileira tem uma poderosa base aqui. Tem um bairro inteiro (tem condomínio aqui com muros imensos, cercado de policiais particulares e segurança na portaria) só de brasileiros.
Não há quase criminalidade, pois o cara é pego e leva uma advertência e é solto, se é pego uma segunda vez é banido (ou morto); A moeda é Quanza mas, circula muito junto com dólar – todo mundo tem. Tudo aqui é muito caro, exceto gasolina R$ 0,90 a 1,00 o litro, informática, automóvel (por exemplo camionetão é a base de 25 a 30 mil dolares – que aí custam R$ 150.000;

 

PRIMEIRO VEREDAS: 01 de Julho de 2011

Começamos o ‘Fortalecendo Relacionamentos’ no sábado (dia 02 de Julho de 2011) às 09h00 da manhã e terminamos às 12:45H;
Havíamos combinado apenas 5 casais para iniciar uma base de facilitadores e prepará-los para um seminário maior, onde contaremos com eles para serem facilitadores; Acontece que vieram 8 casais e nenhum abriu mão de participar;
Oramos e decidimos: ‘Seja o que Deus quizer’.

 

 

 

Na primeira reunião ‘quebra gelo’ foi tudo bem – conhecer o povo.
Na segunda reunião que era a de compartilhamento, mesmo, foi ‘power’. O primeiro a compartilhar foi o Mandela, e os demais queriam compartilhar tudo junto. Um compartilhava e 5 choravam. A reunião demorou duas horas, tendo que cortar as pessoas que compartilhariam para colocá-las na prioridade da reunião seguinte.
Iniciamos à tarde às 14:00 H e durante os vídeos as pessoas já estavam chorando. Quando iniciou o compartilhar da 3a. reunião de G.P. nós facilitávamos não mais individualmente e sim por casal, pois eles percebiam quanto precisavam se restaurar e já se dirigiam ao cônjuge e pedindo perdão, já se ministravam, e nós só assistindo o mover do E.S. ;
Na 4a. reunião, nós estávamos todos juntos na mesma sala (eu e Shirley de facilitadores e 8 casais) quando o líder do grupo começou a se dirigir a todos os demais líderes e pedir perdão, e aos seus familiares e a pedir perdão. Daí percebemos que não daria para continuar assim, pois só a restauração deste líder demorou uma hora, pois colocou tudo o que havia para perdoar e pedir perdão e, também o quanto precisava liberar os líderes anteriores, tanto no Brasil, como os de Angola.
Quando ele terminou, o E. S. nos orientou a dividir o grupo em 2 (homens numa sala e mulheres na outra) – fiquei com os homens e os 8 foram ministrados. a Shirley com as 8 e todas foram ministradas. Começamos no domingo às 08:30 e deveríamos encerrar no domingo mesmo, mas, não deu. O compartilhar do 4° grupo (o gerenciamento da ofensa) demorou 3:00 Horas pois todos quizeram compartilhar, e foi uma fila bem organizada, pois ninguém saia da sala até que todos fossem ministrados. Terminou tudo às 13:30; Almoçamos e já ficamos no local pois às 16:00 horas iniciava o culto com as demais pessoas da Igreja. Um louvor vibrante com música e dança de todos por mais de 90 minutos. Eu preguei uma mensagem sobre o que estávamos passando no seminário baseada em Isaías 53 – e o Culto foi até as 20:00 horas.
Saimos da Igreja às 21:00 Horas e fomos para uma pizzaria (ninguém é de ferro, né?); fomos dormir à meia noite.
Deixamos para fazer o último módulo na segunda feira (04.07) e começamos às 19:00 Horas e, novamente foram 3 horas de ministração. Realizado na Escola Pública tínhamos prazo até as 22:00 horas para desocupar o local, porém Deus colocou um guarda da Escola, que foi sensível e nos permitiu até as 23 Horas – Todas as mulheres compartilharam de novo e todos os homens(menos 1), compartilharam. Saimos às 23H deixando a celebração da entrega dos certificados para hoje quando daremos início ao Treinamento de ministração. Faremos uma foto do Grupo ao término e enviaremos amanhã; Esta foto é a de antes das ministrações e a outra é com o casal líder (Mandela,29 e Sharlene,27 e Abdul,25 e Maura, 22).”

 


 

Estaremos atualizando as informações assim que recebermos novidades via e-mail.

É importante que todos saibam até onde a transformação do Senhor tem chegado para que também junto conosco intercedam por esta nação e em especial pelo casal Sérgio e Shirley Custódio que se dispuseram a esta grande obra do Senhor!

Deus abençoe a todos!

Equipe UDF.

CONHEÇA NOSSOS CURSOS