Compartilhe!

As “melhores” desculpas para não liderar – Parte I

Imagem ilustrativa.

AS “MELHORES” DESCULPAS PARA NÃO LIDERAR

Na semana passada comentamos um pouco acerca da seguinte pergunta: todo mundo é líder?

Vimos que a liderança consiste em servir as pessoas na área em que possuímos habilidades naturais e paixões. Não precisamos nem tentar “liderar” os outros. Podemos, então, definir “liderança” da seguinte forma:

 

LIDERANÇA É USAR A MINHA INFLUÊNCIA EM BENEFÍCIO DE UMA CAUSA DIGNA.

 

A partir desta semana veremos as “justificativas” ou “desculpas” mais usadas pelas pessoas para NÃO liderar. São muito variadas, mas há uma linha comum entre elas: a definição não-autêntica do que seja LIDERANÇA.

Vamos comentar 8 desculpas (uma por semana) e como argumentar contra tais justificativas de forma clara e correta. Essas desculpas foram “diagnosticadas” pelo Dr. Tim Elmore, fundador do Growing Leaders e do curso HABITUDES.

 

Desculpa Um: Eu não posso liderar, pois não tenho uma posição de autoridade.

Esta declaração mostra claramente a definição tradicional de liderança, ou seja, de que liderança equivale a uma posição hierárquica e/ou autoridade. Entretanto, se definirmos liderança de uma maneira diferente, abriremos uma perspectiva inteiramente nova para os estudantes.

E se liderança tiver a ver mais com praticar um “chamado” em nossa vida, um chamado com que vamos influenciar os outros em seus propósitos? E se isso tiver mais com achar os pontos fortes, e usá-los de forma a influenciar naturalmente as pessoas de forma positiva?

Nós, do Growing Leaders, optamos em escolher essa abordagem para definir “liderança”. Acreditamos que é simplesmente usar a nossa influência, dada por Deus, para uma causa que vale a pena.

Acreditamos também que influência e autoridade não são a mesma coisa. Por exemplo: seu diretor pode dar a você uma posição dentro da empresa, e a autoridade “acompanha” isso. Tal posição permite você forçar as pessoas a fazerem o que você quer que elas façam. Mas isso não é liderança. É imposição. Pode até ser manipulação ou intimidação, mas não é liderança saudável.

Nós acreditamos que o título pode dar-lhe autoridade, mas não pode dar-lhe influência.

Influência saudável é conquistada pela credibilidade que você traz para um relacionamento ou organização.

Na próxima semana veremos a segunda “desculpa” mais usada para NÃO liderar.

 

*Se quiser informações a respeito do curso HABITUDES – Imagens que formam os hábitos e as atitudes do líder, entre em contato pelo telefone (14) 3405-8500 ou pelo e-mail habitudes@udf.org.br.

 

Deus abençoe!

Edson Sakiyama
Growing Leaders Brasil

 

CONHEÇA NOSSOS CURSOS