Compartilhe!

Carta aos Líderes do Ministério de Educação de Filhos

 

Amados Líderes,

Todos nós iniciamos o ano com o coração cheio de expectativas, planos e sonhos. Alvos para atingir, metas para alcançar, listas do “nunca mais”, promessas de fazer ou deixar de fazer isso ou aquilo, mas quando o fim do ano bate à porta, paramos para analisar e quase sempre ficamos decepcionados com os resultados.

Das altas expectativas, quase nenhum resultado; os alvos, não acertamos “na mosca”; das metas, ficamos aquém. O que fazer então? Esconder nossas expectativas? Desistir de sonhar? Não! Vamos nos regozijar com o que alcançamos, alegrar- nos como quem alcançou o primeiro lugar no pódio, pois este é o lugar das nossas conquistas. Vamos festejar o que Deus nos permitiu conquistar neste ano, encher nosso coração de gratidão e a nossa boca com cânticos de vitória para que entre as Nações digam: “Grandes coisas fez o Senhor por eles”. Afinal, o coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem do Senhor.

Neste ano, se não fizemos tudo o que queríamos ou sonhávamos fazer, fizemos o nosso melhor, demos o nosso melhor e o que recebemos como resultado desse trabalho foi: “Muito bem, servo bom e fiel…”. 

Nós estamos no lugar certo, fazendo o que fomos chamados a fazer, desempenhando com sucesso a tarefa que nos estava proposta. Seu trabalho foi imprescindível, sem ele não teríamos alcançado os 30% de crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Sem ele muitas famílias teriam continuado às cegas na educação de seus filhos. Sem ele muitos filhos continuariam a sofrer com a inabilidade e o despreparo de seus pais. Muito foi feito, graças a você! Muito obrigada!

Estamos numa grande obra e não podemos parar, prossigamos para o alvo. Um novo desafio descortina-se diante de nossos olhos – 2012. Não sabemos o que nos espera, sabemos quem nos espera: o Pai, sempre com suas mãos estendidas a nos abençoar, com os braços abertos para nos confortar e com sua voz forte, doce e suave dizendo: “Sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder” (Ef. 6.10).

Realmente o que nos espera é desafiador, e podemos pensar que é acima de nossa capacidade, entretanto, nada do que nos espera está além do poder disponibilizado pelo Pai. Poderemos contar com sua ação maravilhosa e seus milagres. Com certeza, Ele multiplicará nossos esforços pessoais tal qual o fez em Mateus 14.15-21: “Os que comeram foram cerca de cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças”.

 

Deus os abençoe!

Dinart e Norma Barradas
Diretores

CONHEÇA NOSSOS CURSOS