Compartilhe!

Domínio ou Senhorio?

Domínio ou Senhorio?

Se queremos ser seguidores genuínos de Cristo, devemos transferir o domínio de nossas posses ao Senhor. “Assim, pois todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo” (lucas 14.33).

O Senhor nos testa se realmente temos o desejo de renunciar nossas posses mais queridas.
O exemplo mais vívido das Escrituras é o do momento em que o Senhor disse a Abrão: “Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas… oferece-o ali em holocausto” (Gênesis 22.2). Quando Abraão obedeceu, demonstrando seu desejo de renunciar ao bem mais precioso que possuía, Deus providenciou um cordeiro para a oferta, e Isaque não foi sacrificado.
Larry Burkett, um escritor de renome, observou, “Quando reconhecemos o domínio de Deus, cada decisão quanto ao gasto do dinheiro, torna-se uma decisão espiritual”. Já não mais perguntamos, Senhor, o que queres que eu faça com MEU dinheiro? A pergunta é reformulada para, Senhor, o que queres que eu faça com TEU dinheiro? Quando temos esta perspectiva, as decisões de gastar e economizar são decisões tanto espirituais quanto as decisões de contribuir.
Isto foi um pouco do que estudamos no final de semana dos dias 03 e 04 deste mês na Igreja Batista Lírios do Vale em Campo Grande – Rio de Janeiro.
CONHEÇA NOSSOS CURSOS