Compartilhe!
imagem ilustrativa

Aos Homens!

“Quando comentava com minha filha a respeito do outdoor colocado na entrada da cidade de Pompeia-SP, sugerindo um presente pelo dia do homem, ouvi dela a seguinte frase: ‘Por que dia do homem, se eles sempre foram os donos da bola?’. Este pensamento, reconheço com pesar, é partilhado por milhares de pessoas.

Não sei se por revolta, se por dores escondidas na alma, desdém ou desprezo pela figura colocada na terra para refletir o criador, o fato é: seja por palavras, seja por atos, há décadas o papel do homem vem sendo subestimado, diminuído, sendo alvo de piadas, deboches, achincalhadas. Relegado a mero expectador que ri de si mesmo, o homem tem se encolhido e se calado.

A mulher tem sido exaltada como guerreira, batalhadora – papeis destinados por Deus ao homem; bandeiras de luta pelos animais, plantas e entre outras têm sido levantadas, no entanto, não se vê bandeiras serem hasteadas promovendo a hombridade, conclamando homens a serem homens no sentido pleno da palavra e não apenas como os nascidos do sexo masculino.

Reduzir o papel do homem a mero reprodutor é rebaixá-lo, humilhá-lo, é desprezar todo seu potencial, seu papel imprescindível e insubstituível de abençoador, protetor, provedor, roubando dele a dignidade e a posição de honra na criação, na família e na sociedade. Ao fazer isso, as pessoas desprezam uma grande verdade: homem também tem sentimentos.

imagem ilustrativa
imagem ilustrativa

Cada vez mais mulheres assumem cargos e posições antes restritos aos homens (nada contra a ascensão feminina), mais mulheres ingressam nas faculdades e cursos técnicos, porém nada disso seria motivo de crítica se não viesse acompanhada de atitudes egoístas, de sentimentos de vingança pelo tempo em que eram correntes as frases discriminatórias e mordazes que diziam que a mulher deveria ‘esquentar a barriga no fogão, e esfriar no tanque’ ou que “lugar de mulher é na cozinha”. Poderiam ser uma ascensão inspiradora se não viessem acompanhadas de críticas sobre a atuação, atitudes e posições do homem, ou por piadinhas que coloquem em dúvida a masculinidade do homem ou comparando-o às mulheres (‘basta qualquer dorzinha e ele parece que vai morrer, queria ver você ter um filho’).

Ao homem, com a queda, foi dada a capacidade para subjugar, dominar, aguentar o trabalho duro e árduo, intempéries e pressões; para a mulher foi lhe dada a capacidade para suportar dor (Gn. 3.16-19). Que tal se ao invés de lutarmos um contra o outro lutássemos juntos para que tanto homens quanto mulheres descobrissem, assumissem e fossem vitoriosos na missão exclusiva que cada um recebeu de Deus? Que tal se, conscientes da cilada demoníaca na qual temos caído que visa diminuir, denegrir e menosprezar o papel que a figura masculina tem na criação, nos arrependêssemos e tomássemos a posição de orar para que Deus trabalhasse e mudasse o que precisa ser mudado neles e em nós?

Parafraseando o Dr. Edwin Louis Cole, em seu livro Mulher Única: ‘Nenhuma mulher precisa de um homem perfeito se tiver uma perfeita confiança em Deus’. Não, não pense que quero colocar o homem num pedestal – fomos igualmente criados por Deus. Quero apenas e unicamente colocar o homem no lugar que é dele por direito de criação, nem acima, nem abaixo, mas como aquele a quem Deus delegou uma missão de ser aqui na terra o ‘tipo de Deus’, isto é, a primeira imagem de Deus para aqueles que estão sob seus cuidados. Lembre-se: homem também tem sentimentos.

Quero desejar que uma porção especial de graça seja derramada no coração de todo homem, porções de habilidade para compreender, para se fazer entender, porções de ousadia nas decisões, de fé para avançar, de determinação para vencer os obstáculos, de amor, carinho, respeito e honra. Homens, vocês têm em Deus um aliado especial nesta jornada e Ele diz a vocês: ‘Clame a mim e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece.’ (Jr. 33.3). Deus em você vê um vencedor!”

* Por Norma Suely O. Barradas de Souza – Diretora do Ministério Educação de Filhos – GFI

CONHEÇA NOSSOS CURSOS